Quando me perguntam que gosto de ver na TV, a resposta é tipicamente recebida pelo mesmo olhar que me lançam quando digo que não ligo muito ao futebol: desconfiado e com receio que eu seja de outro planeta.
Na verdade há apenas um programa de televisão a que sou fiel à já bastante tempo e, a meu ver, sem nada de extraordinário que justifique as reacções. O nome Por outro lado normalmente não diz muito a muita gente, mas há sempre alguém que acaba por reconhecê-lo quando menciono a jornalista com espelhos como cenário de fundo.
No entanto, acho que o que me cativa neste programa não é muito diferente do que atrai milhões de pessoas a verem o Big Brother: pura coscuvilhice! Mas como resistir? Ana Sousa Dias apresenta este programa à já vários anos e tem convidados tão diferentes como Mário Soares e o vocalista dos Mão Morta e com quem desdobra uma vida e/ou actividade invariavelmente interessantes que me deixa literalmente colado à televisão os 50m do programa.
Foi com agrado que dei com a notícia que a jornalista tinha sido premiada pelo seu trabalho no Por Outro Lado: por ela o merecer e por cimentar a opinião que tenho sobre este programa.

Comments are closed.